Poeminha bobo e sem-graça.

Tristeza chegou.
Como de costume, sorrateita.
Perigosa.
Mandei embora.
Tô de caso com a felicidade.

9 Ouvintes:

Pedro Dantas disse...

Poema bobo sem graça e muito bem criado. Ótimo.
Enquanto meu pseudo-talento foge de mim, invejo com sua criatividade.

Thalita disse...

Adorei o poeminha (:

Rafaella B. disse...

Ai, ai Pedro, você ainda me convence... :)
Obrigado por perder seu tempo aqui^^


----

Thalita
Obrigado querida, a senhorita escreve muitíssimo bem à propósito.
Volte sempre =)

Pedro Dantas disse...

Não perco meu tempo. Me invejo enquanto nada crio, mas me maravilho com versos simples e concretos.

Roberto Borati disse...

que coisa mais....foda!

gostei muito de tudo.

Roberto Borati disse...

obrigado sempre pelas suas palavras tão elogiosas, rafaella b.

Jeniffer disse...

isso me lembra Vinicius.

Considere isso como um GRANDE elogio.

Adorei =)

Porkão disse...

O Melhor que ja li...

Fox. disse...

Ah Porkão, é tão bom permitir-se =)

Postar um comentário