Pessoalidade desnecessária.

O que queres que eu te faça.
Senão que te espanque.
Que queres que eu te seja.
Senão teu algoz.
Que queres da vida.
Senão solidão.
Descompasso constante.
Empacado frente à imensidão.



Solidão, sempre solidão.

2 Ouvintes:

Isabela Dahab disse...

Incrível!

Roberto Borati disse...

bom, bom, mas bom demais.

gosto assim, desse jeito....

continue sempre com isso, dona rafaella b.

Postar um comentário