Sem Título

Comecei inúmeros rascunhos para esta postagem.
Nenhum deles vingou.
Talvez nunca vinguem os rascunhos.
Nunca vingue a vida.
Afinal, não é ela mais um rascunho?
A merda é que esse a gente não descarta com tanta facilidade.
Ou sim.
Ah, me ignore hoje.
Me ignore sempre.
Não te obriguei a vir aqui.
Adeus.
Por hora.

5 Ouvintes:

Kênnia Méleus disse...

Tão incisiva e direta! Adorei o texto.

Nath disse...

Amei o jeito leve e direto do texto, ficou bem legal

Maria disse...

Lindo, lindo e lindo!

Paju Monteiro disse...

... Não gosto de ignorar-lhe. Prefiro-a ácida e fim. Do que que sumas de mim.♥

Porkão disse...

Sonhos são rascunhos

Postar um comentário